Sabesp: A transferência de água para o Alto Tietê é elevada a 50% do previsto

Categorias:

SabespA obra de interligação entre o Sistema Alto Tietê e o Sistema Rio Grande é uma das medidas para a contra crise hídrica de 2015, porém a Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) informou que o Sistema Alto Tietê está recebendo apenas a metade da capacidade de água esperada, a represa Billings tem repassado apenas 2 mil litros por segundo à represa Taiaçupeba.

De acordo com a Sabesp “a vazão deve crescer gradualmente e o início da operação exige cuidados para sincronia entre os vários equipamentos”

A interligação aumentará a entrada de água em 26% no Sistema Alto Tietê. Durante a crise, as represas do manancial têm operado com apenas 15,5% da capacidade, há dois anos, ou seja, antes da crise, esse número chegava a 56%.

O Alto Tietê abastece cerca de 5 milhões de pessoas na grande São Paulo e o bombeamento será de grande ajuda ao Sistema Cantareira (que está operando com 16,2% da capacidade) , uma vez que a água da interligação também será levada a algumas áreas das zonas leste e norte. Cada mil litros por segundo, ou metro cúbico por segundo, abastece 300 mil pessoas.

O Governador Geraldo Alckmin negou a possibilidade de rodízio de água na região metropolitana de São Paulo. A obra da interligação estava prevista para maio, mas só foi entregue no dia 30 de setembro. “Claro que nós gostaríamos que ficasse pronta antes. Mas uma obra desse tamanho, você sempre depende de licenciamento ambiental, de uma série de coisas que às vezes nem é o próprio governo que controla. Nós tivemos no Guaió, por exemplo, uma ajuda importante da Petrobras, para passar os dutos. Mas eu diria que é um prazo recorde, você fazer uma obra,  em questão de meses, desse tamanho, dessa dimensão” afirmou o Governador. A Cetesb (Companhia Ambiental do Estado de São Paulo) emitiu um documento de licença ambiental para o projeto, o que era mais uma pendência para a inauguração.

Segundo a acessória do governo do estado, a inauguração também havia sido adiada para a finalização de ajustes técnicos, já a Sabesp informou que foi localizado um vazamento em uma junta submersa. Benedito Braga, secretário de recursos hídricos, o transtorno do vazamento está superado. “A questão do vazamento está superada. Isso acontece sempre quando você carrega a linha que está vazia porque você aperta o parafuso e às vezes pode dar um probleminha com aquele mecanismo de vedação. Corrigido o problema, agora a água vai correr sem problema nenhum”. Alckmin se negou a falar sobre a possibilidade de vazamentos e disse que havia engenheiros lá que dariam informações mais precisas sobre isso.

Para viabilizar a interligação, foi feita a instalação de quatro bombas com capacidade de empurrar a água 80 metros acima, para passar do Rio Grande para o Alto Tietê, a água passa por 11km de tubulação, foram investidos cerca de R$ 130 milhões.  “Com isso nós teremos mais 4 metros cúbicos por segundo, o que equivale a perto de 1,2 milhão de pessoas abastecidas com água nova, aqui do Rio Grande, reforçando lá o Alto Tietê”, informou Alckmin durante o evento.  “Quando chove, chove demais. Quando faz seca, faz seca de demais. E até simultaneamente. Qual o caminho para diminuir a vulnerabilidade? É integrar as bacias. Integrando bacias, aumenta a capacidade de reserva” complementou.

O vereador do PT Cleson Alves de Sousa questionou sobre os transtornos que a obra trouxe para Rio Grande da Serra. “O que Rio Grande da Serra vai ganhar com isso?”. Apesar da insistência do vereador, Alckmin se negou a responder a pergunta.

O governador Geraldo Alckmin vai receber o Prêmio Lúcio Costa de Mobilidade, Saneamento e Habitação 2015, conforme informado pela câmara dos deputados, segundo o deputado João Paulo Papa (PSDB-SP), que foi quem indicou o prêmio, a indicação é justa e Alckmin governa o estado brasileiro que mais se aproxima da universalização saneamento. O governador vai a Brasília para receber o prêmio, que segundo ele, é merecido. Há uma petição pública que solicita que o prêmio não seja entregue a ele. “Por mais que você faça, quem é do contra vai sempre falar mal. Isso faz parte.”

Deixe um comentário para: Sabesp: A transferência de água para o Alto Tietê é elevada a 50% do previsto

1 comentários
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Entre em Contato
Central de Atendimento
24 horas
São Paulo

(11) 5182-9000

Demais Localidades

0800 580 3199