Curiosidade: Por quê os insetos voam ao redor da luz

Categorias:

Curiosidade Por quê os insetos voam ao redor da luz

Se você mora no Brasil (ou em outro país tropical) sabe bem que uma das marcas do verão por aqui são centenas de insetos voando ao redor das luzes, seja a dos postes ou mesmo as da sua casa quando você esquece a janela aberta.

Contudo, apesar de isso ser uma visão relativamente comum por aqui, alguma vez você já parou e tentou entender o que leva esses animais a ter esse comportamento? Pois saiba que se você nunca se fez essa pergunta, a resposta pode fazer com que você pense duas vezes na próxima vez que pensar em matar esses animais.

UM TRÁGICO ACIDENTE

A história por trás dos insetos que voam ao redor da luz pode ser considerada um tanto quanto triste, com a explicação para esse comportamento sendo meramente um desvio do comportamento natural do animal.

Insetos noturnos, como a mariposa e o siriri (que também é conhecido como “sarara” e “aleluia”, em outras regiões do país), por exemplo, tem o hábito de sair para buscar comida a noite e utilizar a luz da lua para se orientar e voltar para casa. Ao se deparar com habitações humanas, no entanto, eles entram em contato com a iluminação elétrica e acabam ficando confusos; a luz elétrica brilha com muito mais força e intensidade do que a luz da lua, que está longe. Por conta disso, a atenção do animal acaba sendo chamada e ele resolve se aproximar do foco de luz, acreditando que aquilo irá ajudá-lo a retornar para sua “casa”.

Sem dúvida, apesar de o instinto dele dizer que ele deve se guiar pela lua, a energia elétrica acaba sendo muito forte para esses animais e chama a sua atenção. Conforme eles se aproximam da luz, eles vão ficando cada vez mais tontos por conta da intensidade da mesma e seu padrão de vôo começa a mudar, até que ele fique completamente desorientado e se choque com a lâmpada, o que acaba por provocar a sua morte.

OS PERIGOS DESSE COMPORTAMENTO

Para os insetos, o perigo é bastante óbvio, não é mesmo? Ele pode se desorientar, perder o rumo de casa e acabar se chocando com a lâmpada e morrendo.

Para os humanos, no entanto, o perigo também está presente, apesar de nem sempre ele ser tão óbvio quanto para os insetos.

Um dos maiores riscos de deixar insetos como o siriri voar ao redor de nossas lâmpadas é que, além de causar incomodo, esse tipo de inseto perde as suas asas em determinado momento, o que faz com que ele caia no chão. Ao fazê-lo, seu instinto natural e procurar abrigo para iniciar uma colônia; depois de um tempo, esse inseto se torna cupim, se reproduz, cria sua colônia e acaba com uma boa parte da sua casa sem que você nem mesmo perceba até que já é tarde.

COMO EVITAR ISSO?

Se você deseja evitar problemas como os mencionados acima, o melhor que você pode fazer, tanto para você como para os pobres animais, é não deixar luzes desnecessárias acesas durante os períodos mais quentes do ano; se você precisa deixar a luz de cada acesa, deixe a janela fechada, para que os animais não sejam atraídos pela luz que emana de sua residência – se você precisa deixar a janela aberta para lidar com o calor, aposte em janelas de duas fases, que tem um vidro e uma parte vazada, que permite a entrada de ar. Fora isso, ar condicionado também costuma afastar os insetos.

Caso você já esteja com problemas de siriris que criaram colônias, no entanto, o melhor que você pode fazer é chamar a Higitec, uma empresa com ampla tradição de mercado, que está pronta e a disposição para ajudá-lo com o que for preciso, 24 horas por dia, 7 dias por semana.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Entre em Contato
Central de Atendimento
24 horas
São Paulo

(11) 5090-7000

Demais Localidades

0300-777-9000